Passeio pelo Morro de São Jerônimo

5
679
Morro de São Jerônimo

Morro de São Jerônimo

O Morro de São Jerônimo é uma das paisagens de Chapada mais belas para admirar com cenário 360° simplesmente incrível. Seria fácil dizer que essa frase resume bem a ida ao local, mas é muito mais que isso.

Considerado um dos mais altos da região, com mais de 800m acima do nível do mar. Sua vista é 360° e permite visualizarmos uma grande planície e inúmeros paredões e morros da Chapada.

Durante o passeio descobri outro nome do morro, de característica indígena, chamado Bokodoriri, de origem bororo que significa Tatu Canastra. Esse nome remete à vista do morro que da planície anterior a ele, que olhando de longe faz lembrar o animal.

Veja o rosto de um gnomo de perfil nesta foto

Agora vai ser difícil você olhar para a paisagem sem tentar imaginar um tatu no alto.

Igual ao gnomo na foto ao lado, visto por muitos em um dos paredões quando passamos próximo a Salgadeira.

Legal né?

Caminhos impressionantes

O Morro de São Jerônimo como a maioria conhece, tem origem numa história dos bandeirantes. Chefiados por Antonio Pires de Campos e outra bandeira por Bartolomeu Bueno, se encontraram no alto do morro e buscaram abrigo durante uma noite intensa de raios e trovões, eles decidiram orar para São Jerônimo, santo protetor da chuva (segundo crença ibérica).

Sobre a trilha, você vai precisar de um guia de turismo, ela pode ser um pouco cansativa. Por conta do sol, e distância você pode acabar se cansando, então não esqueça de levar água.

Durante o caminho passamos por áreas do Cerrado, Cerradão, Campos-Cerrado e até partes da Floresta Amazônica. Há também inúmeras formações rochosas das mais diversas formas.

No decorrer passamos pela casa do morro, que nos garante uma ótima vista de frente ao morro e para Cuiabá. A casa fica aberta para abrigar os aventureiros que precisam de um lugar para descansar ou até se alimentar (clique para saber mais).

Pouco antes de chegar ao topo, há uma pequena escalada, pessoas com mais de 1,70m levam de boa. Mas nada que te impeça de concluir o trajeto. Por ser na beirada do Morro de São Jerônimo ela requer atenção e cuidados (siga as dicas do guia).

Além da vista incrível, você encontra pedras hematitas, que são ricas em ferro. Após um tempo ficam com um brilho intenso, que mais parece que foram polidas.

É uma grande experiência e quem curte trilha não pode ficar de fora, mas atenção, crianças e idosos não são muito recomendados para a trilha. Ao todo são cerca de 15km de ida e volta, com grau médio de dificuldade, passando por diversos terrenos.

Algumas pessoas até utilizam o termo “escalaminhada” para se referir a trilha.

Algumas Dicas de Viagem:​
  • Usar boné ou chapéu e protetor solar;
  • Usar meias e calçados adequados para caminhadas (resistentes e confortáveis);
  • É aconselhável levar água, repelente, lanche, embalagem para acondicionar seu lixo, roupa de banho, capa de chuva (principalmente de outubro a final de abril), binóculos, máquina fotográfica (baterias, filmes ou cartões de memória) e uma mochila para acondicionar os objetos acima;​
  • Leve água, frutas ou outro alimento leve para aguentar o trajeto.
Informações:
  • Endereço: Consultar agências de turismo;
  • Valor da Entrada: Consultar agências de turismo;
  • Horário de visita: Todos os dias, entrada somente com guia ou condutor;
  • Duração: Média de 6 horas.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui